Por que você perde pacientes?

Talvez seja a dúvida que eu mais recebo. Por que você está perdendo pacientes?

Cansei de ver dezenas de médicos caírem nessa “cilada”. O problema é que os médicos procuram justificativas erradas e tentam resolver as possíveis causas que são inexistentes.

O valor da consulta

Esta é uma justificativa errada. Acredite, o valor não é elemento potencial para fazer com que você perca pacientes. Eles já pagaram uma vez, ou duas, não é mesmo?

Porém, a falta de otimização contínua, de análise e de evolução de carreira impedem o médico de observar a verdadeira raiz do problema.

Se esta é a sua preocupação, provavelmente você não consegue oferecer o valor da sua consulta em benefícios ao seu paciente. 

O princípio das impressões e da subjetividade humana

Tudo está relacionado ao princípio das impressões. Você já ouviu que a primeira impressão é a que realmente importa, certo? Isso significa que você tem apenas uma chance de “conquistar” seu paciente.

Vou te explicar como funciona: seu cliente te acha na internet -afinal, você leu meus artigos sobre marketing médico e presença digital, certo?-, ele marca a consulta com você.

Há dois caminhos: ou você conquista seu paciente, gerando um vínculo emocional com ele, ou você age como 90% dos médicos e não se preocupa com isso.

Por que é importante gerar o vínculo emocional? Eis um dos princípios mais básicos dos humanos. 

O seu paciente “compra” a sua consulta de forma irracional, então, ele precisará de motivos racionais para justificar o investimento em sua consulta. 

Se as razões forem positivas, ele se torna um paciente regular, que contará sempre com você. Caso contrário, ele encontrará razões negativas (quaisquer razões) e nunca mais irá te visitar.

Um exemplo prático: Você está prestes a atender um paciente com dor de cabeça. Você tem dois caminhos. 

Primeiro: Você prescreve paracetamol ou outro fármaco qualquer e pronto.

Na cabeça dele: Nossa, se eu soubesse que era só isso, eu teria comprado um remédio qualquer na farmácia. Nossa, achei que a consulta seria diferente. 

Pronto, ele tem duas justificativas racionais e o cérebro dele já martelou o veredito sobre você. 

Segundo: Você tenta descobrir a origem da dor de cabeça do paciente. Você conversa e dá dicas de como evitar a dor de cabeça dele. 

Na cabeça dele: Fui bem tratado, valeu a pena pagar a consulta, aprendi a cuidar melhor de mim.

Pronto, ele tem justificativas racionais sobre você, e com isso, um vínculo emocional também. 

Usar gatilhos mentais para conquistar paciente é um diferencial enorme, que quase nenhum médico utiliza. Você não precisa ser aquele médico “brother”. Você apenas precisa falar a linguagem do paciente. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *